Trump, Brexit, Le Pen… as selfies explicam bem porque (os) elegemos!

Há pouco mais de um ano, num jantar em Chicago, Trump era descrito como o palhaço que desistiria da candidatura à meio do caminho. Assim a jeito de stand up comedy. No verão percebemis que não iria desistir. E lá para Setembro eu comecei mesmo a achar que era provável ganhar.

O Brexit chocou uma grande parte dos ingleses. Os irlandeses nem queriam acreditar. E os europeus crentes numa Europa comum ficaram tristes. 

Aqueles que se interessam pela história dos povos e das nações têm uma sensação de déjà vu. A iliteracia e ignorância é a melhor amiga destes movimentos. As selfies representam bem os tempos que vivemos. Nós não tiramos fotografias aos outros. Nós não queremos saber dos outros. Fazemos o culto do eu e dos que nos são semelhantes. Como alguém disse, as ideias nacionalistas fazem-se por marcar a diferença aos outros. Somos portugueses porque somos diferentes dos espanhóis. Os franceses são diferentes dos ingleses. E assim sucessivamente. 

Veio o Trump. Veio o Brexit. Virá Le Pen. Just a thought… hope wrong!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s