Bom ano 2017

Passei os últimos anos – acho que 7 – sem saber muito bem o que desejar para o ano seguinte (naturalmente de àparte de saúde para as pessoas de quem gosto e preciso). Esse tempo permitiu-me ver as coisas de perspectivas várias e concluir que a vida de quem está sozinho se caracteriza, principalmente, pelo imprevisto. 

Fazer planos é difícil quando existimos apenas nós… essa foi a grande mudança (não planeada) de 2016! Isso e beber café sem açúcar.

2017 parece-me um número assim feiote. É ímpar. Apresenta-se cheio de arestas com as assimetrias do 1 e do 7. A minha filha fará 13 anos. Outro número assim pouco genial na linguagem “mãe de adolescente”. Para além disso este ano não estou sozinha. O francês – como o meu pai lhe baptizou entre os familiares portugueses – transformou os dias imprevistos em dias planeados. 

É bom sentir vontade de cuidar do outro. É bom receber pequenas atenções. 

É o que vos desejo a todos. A humildade de serem felizes com coisas simples. Porque são as coisas simples as mais genuínas.

Até amanhã!

One response to “Bom ano 2017

  1. Venho aqui desejar um bom ano, cheio de momentos felizes para a Paula e para toda a sua família.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s