Quando viajar para o Funchal se torna um risco antes de sair de Lisboa.

Acenei ao taxi na Estados Unidos da América (muito ao estilo de Manhattan). O senhor veio colocar a minha mala na bagageira. Destino: aeroporto. Nos primeiros 10 metros percebi que a viagem, apesar de curta, seria de risco. Acho que não passou da segunda mudança, com o carro a umas 5000 rotações – ouvir um mercedes a fazer barulho é coisa inédita para mim. No semáforo travou a fundo, abriu a porta e toca de libertar uma escarreta sonora – ui isto promete!?!?! No relógio fez a rotunda por fora – assim a jeito de alvo para todos os carros que seguiam para Chelas ou Sacavem. Durante o percurso disse uma série de barbaridades… Achei que nem valia a pena comentar. No destino enganou-se no troco. Corrigi. Ah! Tem razão. aeroporto. Enfim a salvo, ainda sem sair de Lisboa.

Vôo para Funchal. Num dia de “strong wind” ora pois! e eu que gosto tanto disso! Numa palavra. Foi Horrível! E o pior é que tenho de voltar. Ir buscar carro. Escrever no livro de reclamações ufff! Enfim carro. Destino:  Funchal.

O hotel é óptimo! Estou a comer amendois com chocolate quente – é o que há!! A cozinha fechou às 23h! E só agora começo a descontrair.

E não. Não vi o Markl a passear na Avenida do Mar em cuecas – ele deve estar com vergonha 🙂

what a trip!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s