Lisa Mam. Um nome a reter.

Lisa Mam. Um nome a reter.

Estive a ver um documentário sobre a afirmação feminina no Camboja, numa sociedade ainda muito marcada pelo Kmer vermelho (liderado por Pol Pot 1975 – 1979) e fiquei a conhecer o trabalho de uma jovem artista chamada Lisa Mam.

Os seus quadros (e murais) são dotados de uma beleza e pormenor que nos me transportam para um imaginário belo e emotivo.

Influenciada pela sua cultura, sobretudo pelos símbolos de Angkor (sec IX – XIII), Lisa diz gostar de desenhar mulheres que transmitam paz e beleza. Rodeadas por flores – para ela uma mulher deve ser rodeada de flores – e de dragões.

Podem conhecer melhor esta jovem artista aqui.

(from culture360.asef.org)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s